Boas práticas para seu programa de integração

50

Começar em um novo emprego nem sempre é fácil. Estar em ambiente desconhecido, onde as coisas tem um jeito próprio de acontecer, pode ser confuso de início. Mas, para as empresas, esse processo é complicado também. Afinal, o novo colaborador precisa rapidamente assimilar o jeito de ser e agir da organização para que entregue o melhor desempenho possível. Tudo isso, somado à tendência ao aumento da rotatividade de empregados tornam os programas de integração e onboarding parte estratégica da gestão de pessoas.

A seguir, confira algumas práticas que podem otimizar a entrada de novos, oferecendo benefícios para o colaborador e a organização.

Crie um ambiente de boas vindas

Comece a integração com o pé direito apresentando o passado, presente e futuro da organização. É importante que desde o início, o novo colaborador entenda o posicionamento da empresa, seus produtos, mercados, competidores e assim por diante.

Demonstre o jeito de SER e AGIR da organização

É importante lembrar que aspectos mais sutis da organização podem passar desapercebidos por colaboradores mais antigos e habituados a ela. Assim, procure fornecer conteúdos e experiências que demonstrem o jeito de ser e agir da empresa. Envolva profissionais experientes e de diferentes áreas afim de compartilhar a essência da cultura organizacional. Isso pode ser entregue em formatos presencias, a distância ou híbridos, combinando momentos em sala de aula com o uso de mídias digitais.

Ofereça treinamento em sistemas

O trabalho está cada vez mais dependente de softwares e sistemas integrados. O colaborador não deve ter dúvida quanto a como utilizá-los, caso contrário isso se tornará um empecilho considerável no seu desempenho. Assim, ofereça aulas rápidas para uso das ferramentas na forma de tutoriais, vídeos e simuladores.

Esclareça as expectativas

Mais do que treinar, prepare ambientes que facilitam a consulta do colaborador quanto ao que se espera dele na organização. Isso inclui a descrição das responsabilidades de cada vaga, o modelo de gestão de desempenho e possibilidades de progressão de carreira. Isso pode ser divulgado por meio de cursos e-learning, wikis, blogs e portais.

Crie um checklist de tarefas

Hoje em dia, é possível completar diversas tarefas administrativas online, como adesão a planos e solicitação de benefícios. Organize-as na forma de um checklist online e guie o novo colaborador a preenchê-las. A cada tarefa completada ele pode verificar seu progresso e quais são os próximos passos.

Ofereça canais de suporte

Caso o colaborador tenha dúvidas específicas ele deve saber a quem recorrer. Indique os canais corretos, oferecendo o máximo de informação possível como: telefone, email, nome do responsável e prazos de atendimento.

Mantenha o ambiente de boas vindas

Por fim aqui, vale a máxima: “pratique o que prega”. Mantenha o bom clima organizacional promovendo uma cultura que reforce os valores apresentados na integração, mesmo para colaboradores mais antigos. Compartilhe histórias de sucesso, permita que funcionários exemplares compartilhem sua experiência e dê espaço para que essas boas histórias sejam disseminadas.

modelo canvas para projetos e-learning
Eduardo Leopold

About Eduardo Leopold

Co-fundador da DOCTA e especialista em aprendizado digital. Desde 2006, ajuda empresas a desbloquear o potencial de seus colaboradores por meio da educação e tecnologia.